terça-feira, 21 de novembro de 2017

Delta Warp - Neo Geo Pocket Color


Olha só a ironia das coisas. Foi justamente em um jogo japonês, em um console que ficou quase que restrito ao Japão e que sabe-se lá por que, foi todo feito em inglês (caso notável no Neo Geo Pocket), exatamente nesta fração, nesta pequena janela de possibilidades, que eu encontrei um dos melhores jogos de puzzle que joguei em um videogame. E para as coisas ficarem ainda mais estranhas, o sistema, que eu não consegui fazer o emulador reconhecer a memória flash interna do hardware, se recusa a carregar qualquer save original do jogo. Resultado. Toda a jogatina é perdida após desligar o Retroarch. Exatamente quando um cartucho pirata de Super Nintendo não vinha com a bateria interna e não salvava.

Neste caso eu fui obrigado a usar save state. Usando somente nas telas de password. Evitando, assim, prejudicar o real timing do game. Eu acredito que o save state estraga o prazer original do game, mas aí vai de cada um. Eu até hoje uso um caderno de papel e caneta para anotar eventuais passwords nas minhas jogatinas, tipo os do Mega Man, por exemplo, mesmo tendo um save state, ali, ao apertar do botão. Ainda bem que faz tempo que não jogo International Super Star Soccer Deluxe. Quem jogou vai entender a referência.






preview do 2° plano

A mecânica é a seguinte. Existe um plano todo feito de triângulos, dividido em formas geométricas derivadas de triângulos. Nós controlamos um triângulo que vai navegar neste plano, ora na cor branca, ora na cor preta. O direcional movimenta o triângulo em todas as direções e a cada movimento mudamos de cor alternadamente.

O movimento do triângulo é como se fosse o de uma página de livro, ele vira em cima da próxima peça. Quando apertamos os botões "A" e "B", eles giram o triângulo no sentido horário e anti horário em relação ao eixo da figura em que estamos em cima no momento. Como se fosse o ponteiro de um relógio. Este eixo é definido por um pontinho central que fica na figura.

Mas o legal é que ao girarmos em qualquer sentido a cor da figura não muda de cor. Mudar e não mudar de cor faz todo sentido porque nosso objetivo é tocar imagens que estão piscando com a mesma cor a que estamos. Aqui temos uma pegadinha da palavra escrita. Jogar é simples, entendemos intuitivamente, é fácil, mas explicar com palavras deixa a coisa um pouco confusa. Por exemplo.


Como a cada passo obrigatoriamente mudamos de cor, isso significa que para “destruir” uma peça branca nós temos que estar pretos ao seu lado, porque ao "cairmos" em cima dela, obrigatoriamente vamos mudar de cor (ficar branco) e assim conquistamos a peça e ela desaparece deixando apenas o fundo do plano no lugar. Isso vale para a cor preta mas aí o processo é o inverso. Devemos fazer uma limpa.

Mas aí temos o movimento dos botões que giram o nosso triângulo como um ponteiro de relógio mas não mudam a cor da peça. Imagine a situação. Temos uma imagem de um quadrado inclinado (lembrando que todo quadrado é também um losango e um retângulo) todo com triângulos pretos. A melhor estratégia é chegar branco ao lado da figura e cair dentro dela preta, estando preta lá dentro, basta girar com os botões e passar por toda a figura eliminando ela. Da mesma forma que um ponteiro de relógio que gira em torno do eixo principal e vai apagando as formas coincidentes. Veja as imagens, ao jogar tudo fica bem mais fácil.

você é este triângulo cor preta e agora é só girar com os botões
para limpar a área "circular"

O melhor do jogo vem depois. Além dos movimentos básicos que o triângulo possui, ele interage com outros tipos de triângulos especiais que mudam o seu comportamento e transformam completamente o gameplay. Por exemplo. Alguns triângulos são de vidro, ao passar por eles, trincamos eles e só podemos passar mais uma vez, porque eles quebram. Mas se tocarmos em uma peça metalizada, ela nos torna bem pesados, como uma chapa de aço, que reduz a resistência das peças de vidro. Essa peça de metal foi elaborada para quebrar outro tipo de peça mais forte. As peças verdes que lembram uma esmeralda. E tem mais! Qual o motivo de se quebrar uma peça se o objetivo do game é fundir peças de cores iguais? O motivo é que o plano triangular em que jogamos em algumas fases não é o único plano. Podemos jogar com até 3 planos, um exatamente sobre o outro.

coleção com algumas mutações

Imagine um prédio, onde “brincamos” no 1° andar mas podemos chegar até o terceiro. Todos repletos de figuras brancas e pretas para serem fundidas a sua! Por isso se estamos no “andar 2” e quebramos uma peça, caímos no andar 1, e essa transição de andares pode ser feita tanto pela queda quanto pelos triângulos especiais que fazem você pular de andar e atingir um outro plano superior. Você pode “trabalhar” nos 3 planos, seja caindo em pontos vazios sem peça (já que o design de cada fase muda e nem sempre usa toda a tela), seja pelas peças quebráveis ou pelos triângulos de acesso. Existe um pequeno visor na parte superior direita da tela que indica em que plano estamos mas não podemos alternar as telas para ver antes de cair neles. É possível, sim, ver as telas, todas elas, somente antes de começar a fase. Ao apertar o botão “A” a fase começa.

os 3 níveis de uma fase, podemos percorrer os 3 planos

Toda essa beleza e mecânica cria a possibilidade de montar inúmeras fases com dezenas de combinações e possibilidades para desafiar o jogador a chegar em todas as peças e fundir todas elas para poder vencer os puzzles. Temos também uma peça que te deixa “super leve”, útil para passar por cima das peças trincadas (dependendo da fase elas já estão trincadas e portanto você pode passar apenas uma vez sobre elas em estado normal) e podemos fazer isso 9 vezes, o “poder” dura 9 movimentos do nosso triângulo. E para fechar temos um tipo de peça que muda obrigatoriamente nossa cor. Sim, o movimento original padrão já faz isso mas imagine que mesmo ao girar os botões (que é um movimento que não muda nossa cor) se tocarmos nessas peças vamos mudar de cor, algo que pode dificultar bastante uma sequência de fusões que queremos fazer rápido para ganhar password ou fechar a fase final.

Password e fase final… o último parágrafo levanta mais duas coisas do jogo. Temos 10 fases, cada uma com 10 mapas. Por exemplo. A fase 3-1 vai até a 3-10, chamada de fase final. Nas fases existe um contador de tempo que serve para nós cronometrarmos nosso tempo mas sem compromisso. O timer não nos obriga a vencer um puzzle em um determinado tempo. Exceto a fase 3-5, a do meio e a final que exigem um tempo definido. Na do meio, isto é, toda fase x-5, se fecharmos dentro do tempo, ganhamos um password e na fase final… passamos de fase. Se na fase final o tempo esgotar... game over. Claro que isso vale para todo o jogo, usei a fase 3 como exemplo.

E sobre o password? Lembra que no início do texto eu falei sobre o jogo não salvar e parecer um game pirata de Super Nintendo? Pois, é. O mais louco neste game é que eu não achei um local para inserir password! Mesmo não salvando na “pilha” do cartucho o meu histórico de fases, eu poderia usar a password toda vez que fosse jogar, mas onde pôr? Interessante que exite um modo de edição de fases e lá temos até a opção de fazer password para nossas fases próprias mas o jogo em si não tem um menu “password”, confesso que não entendi isso. Só se for algo relacionado ao emulador não conseguir carregar o próprio save nativo do jogo. Testei tanto o Retroarch quanto o NeoPop. Nada.



A tela inicial te dá a opção de jogar com outras pessoas via cabo link eu imagino, temos o menu de edição de fases, "começar o jogo", as opções e “lesson”, que é um tutorial com cinco lições escritas em inglês dos movimentos básicos do game. A parte de edição de fases é bem completa. Podemos aplicar a forma os tipos de peças e até decidir se vamos usar 1, 2 ou 3 planos de ação. Engraçado que é nele que eu pude ouvir as musicas do jogo, seguindo bem no sistema dos jogos de Mega Drive, mas aqui não temos um menu específico de sound test, o “sound” do jogo fica lá mesmo, no meio das opções de edição de fases. Achei confuso mas nada muito importante.

ótimos tutoriais em 5 lições

A definição de fase “difícil” é complicada porque cada puzzle vai pedir que o jogador entenda e mostre seus conhecimentos sobre a mecânica necessária que o cara que montou a fase está pedindo. Isso significa que para algumas pessoas a mesma fase pode durar 15 minutos ou 15 segundos, sem exagero, é isso mesmo. E o melhor. Se você passar de uma fase em 15 segundos não significa que vai repetir o êxito sempre, a próxima fase pode ser a sua vez de encalhar e o outra pessoa passar rapidamente. Tudo depende de cada olhar.

É claro que o nível de dificuldade vai aumentando e existe fases mais difíceis que outras. O que eu quero dizer é que existem elementos em Delta Warp que podem oferecer fases mais trabalhosas que difíceis. Não pense que necessariamente um puzzle com apenas 1 plano vai ser mais fácil que outros com 3. Vou dar um exemplo da fase 4-6 que me tirou do sério, depois que eu entendi a coisa, ficou super tranquilo, mas até entender… Esta fase ironicamente possui o formato de um “U”. Sério, amigo leitor, eu só fui perceber isso quando estava escrevendo o texto aqui no meu Libre Office velho de guerra.


A fase é composta majoritariamente por peças trincadas. Portanto só podemos tocá-las uma única vez pois elas quebram. Nas extremidades do “U” nós temos o objetivo, isto é, as peças de cor branca e preta para serem eliminadas. E logo na base temos também peças que nos tornam “super leves” por 9 movimentos. Quanto mais a gente fica bom no jogo só de olhar a estrutura do puzzle a gente já percebe intuitivamente a proposta do autor, a proposta do desafio. Mas quando eu cheguei aqui pela primeira vez foi difícil mesmo assim. Observe que ao seguir em frente tocamos a peça da habilidade de leveza, isso faz que possamos chegar ao topo sem quebrar nada, mas para voltar a “carga” de leveza já foi usada e por isso vamos destruindo todo o trajeto o que inviabiliza os movimentos, precisamos ser bem econômicos.

O mesmo puzzle pode variar na forma de resolver portanto esta não é a única solução possível. A resolução é a seguinte:


  1. siga direto até a extremidade direita
  2. volte pelo mesmo caminho, na base direita existem 2 peças de “super leveza”, você vai tocar as duas, mas ao sair da segunda você vai encontrar as peças trincadas ao sair pela esquerda e é aí que devemos fazer o seguinte
  3. como você acabou de sair de uma peça de leveza, obviamente as próximas peças trincadas não vão quebrar, pelo menos até você fazer o 9 movimentos para acabar o efeito, suba a seguda parte da lateral direita e volte (para pular a explicação vá para o item 5)
  4. se você for direto feito um louco até as outras duas peças alvo que estão na extrema esquerda, você vai morrer porque ao chegar lá a cor vai estar errada, isto é, você vai chegar na branca com o lado preto e vice e versa. Cada movimento muda de cor de forma alternada mas você não possui o controle sobre a sequência de cores, quer dizer, se você for de preta, vai alternar preta-branca-preta-branca sucessivamente, ao voltar a coisa permanece do mesmo jeito, apenas retroage, e tem mais, quando estamos no estado “super leve” não podemos girar o triângulo. Girar o triângulo é importante porque faz com que passemos para uma nova casa com a mesma cor, ora, se fazemos isso, obviamente podemos mudar a sequência sim-não-sim-não-sim das cores, mas aqui não podemos fazer isso então o que nos resta?
  5. saia da peça “da leveza” para à esquerda e ao tocar a primeira peça trincada comece a contar até 10 contando cada movimento. Ao tocar a trincada já foi “1” vá para a próxima “2”, volte para a mesma peça à sua direita na qual você estava “3” e assim fazendo um vai e vem até que obviamente o número par 10 vai acabar na peça da esquerda com você na cor preta! Vá uma casa para frente e agora aperte o "B" sentido horário
  6. a partir daí siga direto até o lado esquerdo as peças atrás de você vão todas quebrar, tudo bem não é preciso mais voltar nelas. Entre na primeira coluna da extremidade esquerda do “U” e suba direto até a peça. Agora que você está com o sentido correto é só chegar e tocar, ela vai fundir direitinho. Volte pelo mesmo caminho. Mais uma vez todo o trajeto será destruído pois o efeito da leveza acabou ao subir a coluna
  7. agora é só subir na última coluna da extrema esquerda, não será preciso mais nada pois ao tocar a peça lá na ponta você vai passar de fase








A forma como o puzzle é montado pode até fazer do jogo algo parecido com o xadrez, por exemplo. Tem uma fase onde a coisa toda foi montada de tal forma que a nossa peça sempre vai tocar um triângulo especial que te deixa pesado e o ladrilho todo é feito de esmeraldas, isto é, você pode passar, mas ao passar a coisa toda vai trincando e não dá para voltar pois em “estado pesado” você cai direto se tocar peças trincadas. Como esse efeito dura 9 casas, é preciso visualizar todo o mapa e ver aonde sua peça pode chegar em várias direções usando nove movimentos… é bem parecido ao movimento do cavalo no xadrez, onde temos 4 movimentos para fazer, só que neste caso na forma de um “L”. Mesmo assim lembra o xadrez um pouco.




O jogo mesmo sendo um puzzle faz questão de apresentar uma história. É tudo subentendido por imagens e o argumento que descrevo aqui é o que está na caixa do jogo.

Um império chamado Legião Imperial quer dominar todo o universo e construiu um lugar chamado de Planetoide Hell of Earth, é a base central deles. Por algum motivo o nosso sistema solar é o alvo desse império e todos os planetas, inclusive a Terra e até mesmo a Lua, foram dominados por eles. Sua missão é liberar os planetas e destruir a base do inimigo. Nós fazemos parte da Counterforce Delta e nosso codinome é Delta War.





Vale notar que após cada fase, isto é 10 puzzles, aparece uma tela onde desativamos uma porta, ela abre e partimos para outro planeta. Tem toda uma bela animação do triangulo indo para cada planeta como se fosse uma nave espacial mesmo. Logo na abertura do jogo, nossa nave (triângulo) aparece saindo da Terra e alunissando sendo que, na superfície da Lua temos o local de combate, o “tabuleiro de triângulos” que nós jogamos de fato. Eu acho que a ideia do game é essa. Devemos resolver puzzles para desativar o sistema inimigo e salvar planeta por planeta do nosso sistema.

Delta Warp é um jogo muito viciante e desafiador, está no mesmo nível de Tetris, Columns e outras pérolas do gênero. O que mais chama atenção é que Delta Warp é muito simples, são triângulos em movimento que precisam tocar semelhantes. E mesmo assim consegue ganhar corpo e surpreender o jogador pela beleza e complexidade de cada construção. Tudo depende da criatividade de cada autor. Inclusive no início de cada fase existe o nome do criador na parte superior da tela, um apelido da pessoa que desenvolveu aquela fase específica. Um jogo altamente recomendado para quem curte jogos de puzzle.

6 comentários:

  1. Neo Geo Pocket tem uma biblioteca muito completa, ela ficou mais balanceada que o catálogo de AES. Plataformas, luta, esporte, shooter, estratégia, RPGs e principalmente puzzles. Esse eu passei batido, parece possuir uma simplicidade com fator potencialmente viciante. A galera tem que se ligar mais nos portáteis, guardam muita coisa. O problema é que portáteis geralmente possuem uma inferioridade técnica em comparação aos aparelhos de mesa e fica mais do que claro que a cambada apenas se impressiona com poder técnico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem variada mesmo. Isso é verdade Doc, os portáteis precisam ser descobertos ainda, existe vida além de Pokémon nos portáteis. O AES ficou mais na função de Arcade Player e não diversificou mesmo, uma pena, se com o que trouxe já foi incrível, imagine se fizesse um caminho mais tradicional de consoles. Grande abraço, Doc.

      Excluir
  2. Nunca joguei nada do neo geo pocket até o momento. Mas o rom set já está me esperando, assim como de outros consoles da época como pc engine. Um mundo de jogos que eu ainda pretendo experimentar depois que resolver minhas metas esse ano... Parece mesmo ser um senhor puzzle. É impressionante como tem coisa boa escondida nos catálogos antigos. Agora, me permita um breve comentário...
    Internacional Super Star Soccer Dx... Cara, eu jogava bastante na época em que comecei a faculdade. Que sistema absurdo de password era aquele! Eu confesso que salvava na base das fotos mesmo... rsrs. Mas o problema não era só anotar não... digitar éque era o terror! Lembro que alguns caracteres eram meio ambíguos e confundia muito. Você me fez lembrar com carinho dessa fase da vida. Obrigado!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O NGP vai te dar alegrias, Lucas. É um hardware excelente e dos jogos que possui alguns estão acima da média para o segmento portáteis. Você foi direto ao ponto, o problema era mesmo por o password, muitos caracteres semelhantes, um inferno. Lembro que eu tentei ler em voz alta e gravar minha voz soletrando o password... depois eu escutava e ia colocando, mesmo assim aparecia erros... e pior, a tela, como toda tela de password, não apontava qual era o caractere com erro, a gente tinha que ir na unha mesmo. Eu revisava 3 a 5 vezes cada tela para não cometer erros. Tempos terríveis e incríveis ao mesmo tempo. Abração, Lucas.

      Excluir
  3. adoro puzzle games. não conhecia esse.
    vou caçar.

    abç!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vai gostar dele, Scant. Pelo menos aqui ele foi aprovado quando joguei. Valeu, Scant.

      Excluir